Os Acadêmicos da APL

Conheça quem são os nosso acadêmicos

Picture of Afonso Ligório
Cadeira 29

Afonso Ligório

Bacharel em Direito, jornalista e professor universitário. Nasceu em Luzilândia (PI), em 20 de outubro de 1928. Pós-graduado em Comunicação Social. Professor de Jornalismo do CEUB, em Brasília. Conselheiro do Correio Braziliense. Redator do Jornal de Pernambuco, da Agência Nacional, diretor do Telejornal da TV Tupi (Recife). Redator da Última Hora em São Paulo o copy desk do Correio Braziliense. Assessor de Comunicação Social da Sudene. Presidiu o Sindicato dos Jornalistas de Recife. Pertence à Associação Nacional de Escritores e à Academia de Letras do Brasil. Na APL, ocupa a cadeira número 29. Bibliografia: Só Esta Vez... (contos), 1987; A Hora Marcada (contos), 1988; Tempos de Leônidas Mello, 1994; Aníbal Fernandes – Um Espadachim da Imprensa, 1997; Capitania do Açúcar (romance histórico), 2000; Outros Tempos (memórias), 2002.

Picture of ALCENOR Rodrigues CANDEIRA FILHO
Cadeira 19

ALCENOR Rodrigues CANDEIRA FILHO

Poeta, cronista, ensaísta e professor. Bacharel em Direito, procurador do INSS. Nasceu em Parnaíba (PI), em 10 de fevereiro de 1947. Esteve à frente de movimentos culturais de sua terra natal, através do jornal Inovação, juntamente com outros jovens intelectuais. Pertence à Academia Parnaibana de Letras e à União dos Escritores do Brasil (UBE-PI). Ocupa a Cadeira 19 da Academia Piauiense de Letras. Bibliografia: Literatura – Sombra Entre Ruínas, 1975; Rosas e Pedras, 1976; Das Formas de Influência na Criação Poética, 1980; Aspectos da Literatura Piauiense, 1993; A Insônia da Cidade, 1991; Literatura Piauiense no Vestibular, 1995; Redação no Vestibular, 1996, Memorial da Cidade Amiga, 1998.

Picture of ALTEVIR Soares de ALENCAR
Cadeira 14

ALTEVIR Soares de ALENCAR

Advogado, filósofo, poeta e professor. Tem mestrado em Direito Penal, na PUC de São Paulo. Nasceu em Alto Longá (PI), a 26 de agosto de 1934. Teve intensa participação na imprensa dos Estados do Ceará, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e do Piauí. Foi prefeito de Nioaque, no Mato Grosso do Sul, e secretário de Cultura no mesmo Estado. Pertence à Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (Cadeira 16), ao Clube de Poesia do Recife e à Academia de Letras do Vale do Longá. Ocupa a cadeira 14 da APL. Bibliografia: Sonho e Realidade (1956), Eterno Crepúsculo (1961), Poemas da Solidão (1962), Poemas Para Quem Sabe Amar (1968), Dentro de Mim (1968), Alguma Poesia (1970), Êxtase (1973), Anda, Vem Cá e Livro de Sonetos (várias edições)